Na economia digital emergente, os disruptores estão trazendo novas ideias para a indústria com o potencial de transformar as existentes e descobrir novas formas de trabalho. O problema para as empresas incumbentes em muitos setores não é apenas o fato de a tecnologia ter evoluído e se tornar cada vez mais complexa, mas também de não serem proprietárias da propriedade intelectual (IP) sobre a qual as novas tecnologias digitais são construídas. Neste mundo digital em rápida mudança, eles enfrentam um problema fundamental: sua base de poder é construída sobre modelos de negócios tradicionais e ideias que correm o risco de se tornarem obsoletas e diminuídas. Muitas empresas criaram um valor enorme em portfólios de propriedade intelectual para esses modelos tradicionais, que correm o risco de serem substituídos por novas abordagens disruptivas.Mudança de conduçãoO setor automotivo é um exemplo disso. É provável que em uma década os carros sejam alimentados principalmente por motores elétricos e elétricos, e que esses veículos sejam mais "inteligentes", se não autônomos. Tais mudanças estão atraindo diferentes tipos de empresas para o setor, incluindo gigantes digitais estabelecidas, representando um desafio totalmente novo para os fabricantes de automóveis tradicionais. Essas transformações no setor automotivo apresentam um enorme risco de PI para os operadores históricos. Dois riscos significativos surgem: primeiro, as empresas que dominam o setor automotivo do futuro provavelmente serão aquelas que realmente detêm o PI para as tecnologias emergentes, ou elementos-chave delas. Saber usá-los é insuficiente. Se esse know-how pertencer aos gigantes digitais que entram no setor, isso pode significar que os fabricantes de automóveis tradicionais precisam forjar parcerias para sobreviver e acabam pagando pelo acesso à tecnologia. Segundo, as grandes empresas automotivas que dominam o setor há anos construíram portfólios de patentes em torno das tecnologias relevantes para o modelo de negócios atual (ou anterior). Essas carteiras correm o risco de se tornar seriamente desvalorizadas.Cinco desafios de IP em uma economia digitalAs firmas incumbentes enfrentam uma série de desafios em torno da PI na economia digital, incluindo os cinco seguintes:1. Protegendo e explorando o valor dos dadosExiste um valor crescente nos grandes volumes de dados acumulados nas empresas. Além de dados de vendas de produtos, registros de clientes, preços de componentes, informações da cadeia de suprimentos ou estatísticas de mercado, há itens eletrônicos comercialmente sensíveis, como desenhos CAD. Esses dados apresentam um risco de IP em termos de potenciais violações da segurança cibernética.De particular valor são algoritmos proprietários baseados em nuvem e repositórios de dados de treinamento em larga escala coletados ao longo do tempo através de dispositivos da Internet das Coisas (IoT). Os algoritmos de Inteligência Artificial (AI) aumentam de valor à medida que se reúnem e usam dados de treinamento para melhorar sua precisão. Em uma economia digital, esses algoritmos de IA exclusivos e altamente treinados podem ser altamente valiosos, podendo até mesmo contribuir com uma parcela significativa do valor de uma empresa.Consequentemente, as empresas precisam prestar muita atenção para proteger e explorar esse valor. No passado, a segurança de IP concentrava-se em reter o conhecimento das pessoas na força de trabalho, usando táticas como cláusulas contratuais para impedir que as pessoas deixassem a empresa e se juntassem aos concorrentes. Embora isso possa, em muitos casos, ainda ser relevante, o foco está mudando para a segurança cibernética para proteger os dados.Além disso, para aumentar o valor derivado dos dados, as empresas acharão cada vez mais atraente considerar o licenciamento de seus dados. O gerenciamento de direitos digitais se torna crucial. Eles poderiam adotar uma abordagem conservadora em relação a isso, trabalhando de forma restritiva com um pequeno número de partes dentro de sua cadeia de suprimento ou ecossistema, ou adotando uma abordagem mais ampla, que poderia se estender até os dados de licenciamento para os concorrentes. As tecnologias de contabilidade digital, como blockchain, provavelmente desempenham um papel importante na proteção, mas também na comercialização de dados e IP, enquanto rastreiam quem usa os dados.2. Movendo-se para o IP baseado em portfólioÉ vital entender o poder das carteiras de IP. Em nosso exemplo do setor automotivo, as tecnologias baseadas em eletrônica relevantes para a futura fabricação de veículos podem incluir o IoT, AI, gerenciamento de bateria e controle de drones. As empresas bem-sucedidas serão aquelas que entenderão como desenvolver portfólios IP grandes e orientados estrategicamente, abrangendo várias tecnologias relevantes, emergentes e convergentes. Eles também precisarão ter (ou acessar) os conhecimentos e habilidades complementares para encontrar e desenvolver trajetórias favoráveis ​​que bloqueiem os concorrentes.Se novos participantes, como os gigantes digitais, puderem fazê-lo com êxito e antecipadamente, poderão obter uma vantagem competitiva contra os grandes operadores que podem achar difícil, se não impossível, recuperar o atraso e fechar a lacuna.3. "Licenciamento in-in" e "out-licensing": necessidades e oportunidadesDado o complexo e fragmentado cenário de patentes da economia digital (com a propriedade de IP distribuída por muitas empresas), será difícil para as empresas serem proprietárias de todo o IP necessário para a fabricação de dispositivos inteligentes. Como resultado, as empresas precisarão considerar a melhor maneira de adquirir direitos de uso dos proprietários de IP. Frequentemente, eles precisarão assinar contratos de licenciamento para obter conformidade antes do lançamento do produto e evitar infrações.Por outro lado, as tecnologias proprietárias que as empresas possuem podem ser valiosas para outras empresas que estariam dispostas a pagar pelo acesso a essas tecnologias. No entanto, a criação de serviços de licenciamento externos exige habilidades e capacidades específicas e escassas, nas quais as empresas precisarão investir se quiserem aproveitar essa oportunidade.4. Compreender o verdadeiro custo do software "gratuito"As empresas desenvolvem componentes de software incorporados em produtos digitais internamente, mas também podem utilizar softwares de código aberto e de código aberto existentes obtidos de plataformas de desenvolvimento líderes, como o Github. O que pode não ser imediatamente aparente são as implicações de custo total do software de código aberto: muitas vezes o uso é "livre" somente sob certas condições, como exigir que o usuário disponibilize gratuitamente todo o software desenvolvido em um componente de código aberto para a comunidade. As empresas terão que entender e dominar as complexidades, diferenças e requisitos dos vários tipos de licenciamento por motivos de conformidade. Algumas grandes empresas de consultoria já encontraram um bom modelo de negócios que fornece serviços de conformidade para empresas que usam software de código aberto, por taxas substanciais.5. Gerenciando segredos comerciaisAtualmente, estamos vendo um aperto na legislação em torno de um conhecimento particularmente importante de uma empresa proprietária, geralmente chamado de segredo comercial, que poderia incluir novamente algoritmos de IA bem treinados. Isso exigirá que as empresas identifiquem e tratem, protejam e apliquem separadamente seus mais valiosos conhecimentos / dados (segredos comerciais) de seus dados genéricos (como registros de clientes).Estratégias para IP na economia digitalPara estar bem posicionada e preparada para ter sucesso na economia digital, existem três pilares centrais para as empresas considerarem para o gerenciamento da PI. O primeiro é sobre pessoas. As empresas precisarão possuir ou acessar os recursos de reconhecimento de IP e gerenciamento de IP necessários para obter sucesso na economia digital.O segundo diz respeito aos objetivos e estruturas de negócios. Qualquer estratégia de IP boa e voltada para o futuro precisa estar alinhada com as estruturas organizacionais e os objetivos de negócios. Isso pode exigir a consolidação do gerenciamento de IP existente, que geralmente está distribuído em vários departamentos: por exemplo, enquanto as tecnologias podem ser gerenciadas nos departamentos de patentes, as marcas podem ser tratadas por departamentos de marketing, marcas registradas por equipes jurídicas, contratos por departamento de compras e software e dados dentro de TI.O terceiro é a estratégia. As organizações precisam desenvolver sua própria estratégia de IP digital integrada. É provável que isso seja substancialmente diferente de uma estratégia de PI tradicional: ela precisa considerar os diferentes tipos de IP, incluindo software e dados, bem como a abordagem da empresa para licenciamento interno e externo, e envolver uma abordagem de portfólio em que vários IPs. os ativos se complementam.Em última análise, o sucesso das empresas na economia digital provavelmente dependerá do know-how para desenvolver uma estratégia de PI integrada baseada em portfólio e de alinhá-la com metas e estruturas organizacionais mais amplas.

Desafios da propriedade intelectual para os que atuam na economia digital

Na economia digital emergente, os disruptores estão trazendo novas ideias para a indústria com o potencial de transformar as existentes e descobrir novas formas de trabalho. O problema para as empresas incumbentes em muitos setores não é apenas o fato de a tecnologia ter evoluído e se tornar cada vez mais complexa, mas também de não serem proprietárias da propriedade intelectual (IP) sobre a qual as novas tecnologias digitais são construídas. Neste mundo digital em rápida mudança, eles enfrentam um problema fundamental: sua base de poder é construída sobre modelos de negócios tradicionais e ideias que correm o risco de se tornarem obsoletas e diminuídas. Muitas empresas criaram um valor enorme em portfólios de propriedade intelectual para esses modelos tradicionais, que correm o risco de serem substituídos por novas abordagens disruptivas.

Mudança de condução

O setor automotivo é um exemplo disso. É provável que em uma década os carros sejam alimentados principalmente por motores elétricos e elétricos, e que esses veículos sejam mais “inteligentes”, se não autônomos. Tais mudanças estão atraindo diferentes tipos de empresas para o setor, incluindo gigantes digitais estabelecidas, representando um desafio totalmente novo para os fabricantes de automóveis tradicionais. Essas transformações no setor automotivo apresentam um enorme risco de PI para os operadores históricos. Dois riscos significativos surgem: primeiro, as empresas que dominam o setor automotivo do futuro provavelmente serão aquelas que realmente detêm o PI para as tecnologias emergentes, ou elementos-chave delas. Saber usá-los é insuficiente. Se esse know-how pertencer aos gigantes digitais que entram no setor, isso pode significar que os fabricantes de automóveis tradicionais precisam forjar parcerias para sobreviver e acabam pagando pelo acesso à tecnologia. Segundo, as grandes empresas automotivas que dominam o setor há anos construíram portfólios de patentes em torno das tecnologias relevantes para o modelo de negócios atual (ou anterior). Essas carteiras correm o risco de se tornar seriamente desvalorizadas.

Cinco desafios de IP em uma economia digital

As firmas incumbentes enfrentam uma série de desafios em torno da PI na economia digital, incluindo os cinco seguintes:

1. Protegendo e explorando o valor dos dados

Existe um valor crescente nos grandes volumes de dados acumulados nas empresas. Além de dados de vendas de produtos, registros de clientes, preços de componentes, informações da cadeia de suprimentos ou estatísticas de mercado, há itens eletrônicos comercialmente sensíveis, como desenhos CAD. Esses dados apresentam um risco de IP em termos de potenciais violações da segurança cibernética.

De particular valor são algoritmos proprietários baseados em nuvem e repositórios de dados de treinamento em larga escala coletados ao longo do tempo através de dispositivos da Internet das Coisas (IoT). Os algoritmos de Inteligência Artificial (AI) aumentam de valor à medida que se reúnem e usam dados de treinamento para melhorar sua precisão. Em uma economia digital, esses algoritmos de IA exclusivos e altamente treinados podem ser altamente valiosos, podendo até mesmo contribuir com uma parcela significativa do valor de uma empresa.

Consequentemente, as empresas precisam prestar muita atenção para proteger e explorar esse valor. No passado, a segurança de IP concentrava-se em reter o conhecimento das pessoas na força de trabalho, usando táticas como cláusulas contratuais para impedir que as pessoas deixassem a empresa e se juntassem aos concorrentes. Embora isso possa, em muitos casos, ainda ser relevante, o foco está mudando para a segurança cibernética para proteger os dados.

Além disso, para aumentar o valor derivado dos dados, as empresas acharão cada vez mais atraente considerar o licenciamento de seus dados. O gerenciamento de direitos digitais se torna crucial. Eles poderiam adotar uma abordagem conservadora em relação a isso, trabalhando de forma restritiva com um pequeno número de partes dentro de sua cadeia de suprimento ou ecossistema, ou adotando uma abordagem mais ampla, que poderia se estender até os dados de licenciamento para os concorrentes. As tecnologias de contabilidade digital, como blockchain, provavelmente desempenham um papel importante na proteção, mas também na comercialização de dados e IP, enquanto rastreiam quem usa os dados.

2. Movendo-se para o IP baseado em portfólio

É vital entender o poder das carteiras de IP. Em nosso exemplo do setor automotivo, as tecnologias baseadas em eletrônica relevantes para a futura fabricação de veículos podem incluir o IoT, AI, gerenciamento de bateria e controle de drones. As empresas bem-sucedidas serão aquelas que entenderão como desenvolver portfólios IP grandes e orientados estrategicamente, abrangendo várias tecnologias relevantes, emergentes e convergentes. Eles também precisarão ter (ou acessar) os conhecimentos e habilidades complementares para encontrar e desenvolver trajetórias favoráveis ​​que bloqueiem os concorrentes.

Se novos participantes, como os gigantes digitais, puderem fazê-lo com êxito e antecipadamente, poderão obter uma vantagem competitiva contra os grandes operadores que podem achar difícil, se não impossível, recuperar o atraso e fechar a lacuna.

3. “Licenciamento in-in” e “out-licensing”: necessidades e oportunidades

Dado o complexo e fragmentado cenário de patentes da economia digital (com a propriedade de IP distribuída por muitas empresas), será difícil para as empresas serem proprietárias de todo o IP necessário para a fabricação de dispositivos inteligentes. Como resultado, as empresas precisarão considerar a melhor maneira de adquirir direitos de uso dos proprietários de IP. Frequentemente, eles precisarão assinar contratos de licenciamento para obter conformidade antes do lançamento do produto e evitar infrações.

Por outro lado, as tecnologias proprietárias que as empresas possuem podem ser valiosas para outras empresas que estariam dispostas a pagar pelo acesso a essas tecnologias. No entanto, a criação de serviços de licenciamento externos exige habilidades e capacidades específicas e escassas, nas quais as empresas precisarão investir se quiserem aproveitar essa oportunidade.

4. Compreender o verdadeiro custo do software “gratuito”

As empresas desenvolvem componentes de software incorporados em produtos digitais internamente, mas também podem utilizar softwares de código aberto e de código aberto existentes obtidos de plataformas de desenvolvimento líderes, como o Github. O que pode não ser imediatamente aparente são as implicações de custo total do software de código aberto: muitas vezes o uso é “livre” somente sob certas condições, como exigir que o usuário disponibilize gratuitamente todo o software desenvolvido em um componente de código aberto para a comunidade. As empresas terão que entender e dominar as complexidades, diferenças e requisitos dos vários tipos de licenciamento por motivos de conformidade. Algumas grandes empresas de consultoria já encontraram um bom modelo de negócios que fornece serviços de conformidade para empresas que usam software de código aberto, por taxas substanciais.

5. Gerenciando segredos comerciais

Atualmente, estamos vendo um aperto na legislação em torno de um conhecimento particularmente importante de uma empresa proprietária, geralmente chamado de segredo comercial, que poderia incluir novamente algoritmos de IA bem treinados. Isso exigirá que as empresas identifiquem e tratem, protejam e apliquem separadamente seus mais valiosos conhecimentos / dados (segredos comerciais) de seus dados genéricos (como registros de clientes).

Estratégias para IP na economia digital

Para estar bem posicionada e preparada para ter sucesso na economia digital, existem três pilares centrais para as empresas considerarem para o gerenciamento da PI. O primeiro é sobre pessoas. As empresas precisarão possuir ou acessar os recursos de reconhecimento de IP e gerenciamento de IP necessários para obter sucesso na economia digital.

O segundo diz respeito aos objetivos e estruturas de negócios. Qualquer estratégia de IP boa e voltada para o futuro precisa estar alinhada com as estruturas organizacionais e os objetivos de negócios. Isso pode exigir a consolidação do gerenciamento de IP existente, que geralmente está distribuído em vários departamentos: por exemplo, enquanto as tecnologias podem ser gerenciadas nos departamentos de patentes, as marcas podem ser tratadas por departamentos de marketing, marcas registradas por equipes jurídicas, contratos por departamento de compras e software e dados dentro de TI.

O terceiro é a estratégia. As organizações precisam desenvolver sua própria estratégia de IP digital integrada. É provável que isso seja substancialmente diferente de uma estratégia de PI tradicional: ela precisa considerar os diferentes tipos de IP, incluindo software e dados, bem como a abordagem da empresa para licenciamento interno e externo, e envolver uma abordagem de portfólio em que vários IPs. os ativos se complementam.

Em última análise, o sucesso das empresas na economia digital provavelmente dependerá do know-how para desenvolver uma estratégia de PI integrada baseada em portfólio e de alinhá-la com metas e estruturas organizacionais mais amplas.

No ano passado, a Amazon anunciou um novo centro de operações em Nashville. Ele será construído com US $ 230 milhões em dinheiro privado e criará cerca de 5.000 empregos corporativos em tempo integral, pagando uma média de US $ 150 mil. O hub se concentrará principalmente nas operações e na logística da Amazon.Espera-se que todo trabalho criado na Amazon crie mais 1,6 empregos na TN, aproximadamente 13.000 adicionais. O governador Bill Haslam afirma que é o maior anúncio de emprego na história do Tennessee.Para dar uma ideia de escala, existem aproximadamente 46.000 trabalhadores de tecnologia em todo o Middle TN com um salário médio de $ 71k. Em Nashville, apenas 8.800 trabalhadores de tecnologia foram adicionados nos últimos cinco anos.Como isso afetará as empresas no centro do Tennessee?Em 2017, um Relatório da Força de Trabalho do Linkedin afirmou que “… Nashville tem a maior escassez de habilidades em gerenciamento de engenharia de software nos Estados Unidos”.Essa escassez, combinada com uma escassez técnica em geral, aumentou drasticamente a remuneração total dos trabalhadores de tecnologia durante a última década. O movimento da Amazon impulsionará o mercado de TN e criará desafios para as empresas locais.Desafio Um: AvançoA maioria das empresas do mercado de TN não pode oferecer recursos técnicos um caminho vitalício em funções técnicas especializadas. Para avançar na maioria das empresas, você é forçado a assumir funções gerenciais em algum momento. Com a Amazon, esse não é o caso. Os funcionários podem avançar em suas carreiras e permanecer completamente em funções técnicas.Na verdade, a maioria dos gigantes técnicos criou caminhos técnicos vitalícios para seus recursos.Abaixo está uma captura de tela do Levels, um site similar ao Glassdoor - mas focado nas principais empresas de tecnologia.O gráfico acima começa no quarto nível, Engenheiro de Desenvolvimento de Software I. O que já é efetivamente um papel de nível sênior para a maioria das empresas. Essa capacidade de avançar tecnicamente, durante toda a sua carreira, também impacta maciçamente na remuneração.Desafio Dois: CompensaçãoEmpresas em todo TN estão prestes a estar na luta de suas vidas por talentos. A capacidade da Amazon de pagar por talentos é quase inigualável, especialmente em nosso mercado. Abaixo está uma captura de tela do Levels que mostra uma compensação média para L4 - L7. Enquanto os salários iniciais (e os primeiros anos) são comparáveis ​​com o atual mercado de Nashville, eles não são como empregados que continuam avançando.A adição da Amazon exigirá que as empresas de tecnologia em TN se tornem mais inventivas com estratégias de compensação e retenção.Desafio Três: BenefíciosA Amazon oferece reembolso de matrícula (cobertura de 95%), assistência para adoção, ginástica interna, barras de sucos, gratificações em ações, licença maternidade / paternidade e uma série de benefícios que são incomuns em nosso mercado. Em muitos locais, até permitem que os funcionários levem seus cães para o trabalho. Não foi especificado se isso será permitido na sua localização em Nashville.Desafio Quatro: NomeObviamente, um dos desafios mais impactantes é apenas o nome da Amazon em um currículo. Muitas pessoas vêem um emprego na Amazon como um grande trampolim para outras empresas e seu próprio crescimento. Seus funcionários poderiam sentir que há uma diferença drástica na sua capacidade de crescer / treiná-los e na Amazon?As boas notíciasTreinando nossa força de trabalho: Mesmo que a Amazon leve o talento de nosso mercado, também o fornecerá. Muitas pequenas e médias empresas não conseguem treinar funcionários técnicos por conta própria. Há também uma escassez drástica local de engenheiros com uma quantidade significativa de experiência em tecnologias de nuvem. A Amazon criará uma infinidade de pessoas familiarizadas com a AWS e tecnologias semelhantes em comparação com os dias de hoje. Embora seus preços possam subir, a Amazon será um campo de treinamento que incentivará outras empresas a virem para a TN.Aumento da visibilidade nacional: não apenas precisamos treinar melhor nossa força de trabalho existente, mas também precisamos ser um centro de talentos a nível nacional. O movimento da Amazon aumentará drasticamente a visibilidade da TN para recém-formados e trabalhadores experientes. O Tennessee médio tem um custo de vida muito menor do que as cidades tecnológicas da costa, com um ótimo padrão de vida. As empresas devem alavancar as pessoas que deixam as cidades tecnológicas da costa para evitar esses custos.Isso nos tornará melhores: o aumento da concorrência pela força de trabalho aumentará os benefícios, a remuneração e a vida em geral para o povo do Tennessee. Por exemplo, a Amazon abrirá uma creche no local para seus funcionários. As empresas locais terão que ser inventivas com benefícios, compensação e até cultura para atrair os melhores talentos.O que você deveria estar fazendo?A Amazon começará a contratar grandes quantidades de pessoas em 2020 e 2021. É provável que, durante dois ou três anos, haja uma enorme escassez de talentos para preencher os empregos de tecnologia durante a fase inicial de contratação.Comece a pensar no desafio que isso vai apresentar à sua empresa. As empresas no Tennessee precisam pensar agora em retenção para evitar perder pessoal. Se você não tomar nenhuma ação no momento em que a Amazon chegar, ações posteriores poderão ser tarde demais.Passos para tomarAnalise a remuneração dos funcionários: veja como as linhas chegam ao mercado local. O Robert Half Technology Guide pode ajudá-lo com isso. Pergunte a si mesmo se você está pagando o suficiente para o talento que você deseja. Lembre-se: pessoas boas custam mais do que a média do mercado. É chamado de "média" por um motivo.Analise seus benefícios: compare seus benefícios com empresas que aceitam o talento que você deseja. Onde eles estão melhor? Onde eles estão pior? Pense no que você pode mudar e sinta-se à vontade para ser inventivo.Verifique sua cultura: E sobre as causas sociais em que sua empresa se envolve? Como você está criando um ambiente em que pessoas de várias gerações se sintam felizes e encontrem sentido em seu trabalho?Procure por mudanças baratas, mas impactantes: ainda uma empresa que precisa de terno e gravata para trabalhar? Deixe os funcionários usarem jeans e camisetas. Tanto os horários flexíveis de trabalho quanto a capacidade de trabalhar remotamente estão se tornando comuns no Middle TN. Você está fornecendo seus funcionários com lanches, bebidas e pagando por refeições a qualquer momento em que eles tenham que trabalhar após horas? Localmente, uma das empresas mais inventivas que vi com isso é a Rustici Software. Eles oferecem "Jenafits", que é um sistema de vantagens baseado em pontos e sistemas de portaria. Eles basicamente fornecem uma lista de benefícios "extras", como retirada de supermercado, configuração de compromissos, teste de emissões, limpeza da casa, etc.Você tem alguma de sua própria ideia para as etapas a seguir? Deixe-nos saber no Linkedin ou no Twitter!

Amazon Nashville Hub: como vai chocar Memphis e Nashville

No ano passado, a Amazon anunciou um novo centro de operações em Nashville. Ele será construído com US $ 230 milhões em dinheiro privado e criará cerca de 5.000 empregos corporativos em tempo integral, pagando uma média de US $ 150 mil. O hub se concentrará principalmente nas operações e na logística da Amazon.

Espera-se que todo trabalho criado na Amazon crie mais 1,6 empregos na TN, aproximadamente 13.000 adicionais. O governador Bill Haslam afirma que é o maior anúncio de emprego na história do Tennessee.

Para dar uma ideia de escala, existem aproximadamente 46.000 trabalhadores de tecnologia em todo o Middle TN com um salário médio de $ 71k. Em Nashville, apenas 8.800 trabalhadores de tecnologia foram adicionados nos últimos cinco anos.

Como isso afetará as empresas no centro do Tennessee?
Em 2017, um Relatório da Força de Trabalho do Linkedin afirmou que “… Nashville tem a maior escassez de habilidades em gerenciamento de engenharia de software nos Estados Unidos”.

Essa escassez, combinada com uma escassez técnica em geral, aumentou drasticamente a remuneração total dos trabalhadores de tecnologia durante a última década. O movimento da Amazon impulsionará o mercado de TN e criará desafios para as empresas locais.

Desafio Um: Avanço
A maioria das empresas do mercado de TN não pode oferecer recursos técnicos um caminho vitalício em funções técnicas especializadas. Para avançar na maioria das empresas, você é forçado a assumir funções gerenciais em algum momento. Com a Amazon, esse não é o caso. Os funcionários podem avançar em suas carreiras e permanecer completamente em funções técnicas.

Na verdade, a maioria dos gigantes técnicos criou caminhos técnicos vitalícios para seus recursos.

Abaixo está uma captura de tela do Levels, um site similar ao Glassdoor – mas focado nas principais empresas de tecnologia.

O gráfico acima começa no quarto nível, Engenheiro de Desenvolvimento de Software I. O que já é efetivamente um papel de nível sênior para a maioria das empresas. Essa capacidade de avançar tecnicamente, durante toda a sua carreira, também impacta maciçamente na remuneração.

Desafio Dois: Compensação
Empresas em todo TN estão prestes a estar na luta de suas vidas por talentos. A capacidade da Amazon de pagar por talentos é quase inigualável, especialmente em nosso mercado. Abaixo está uma captura de tela do Levels que mostra uma compensação média para L4 – L7. Enquanto os salários iniciais (e os primeiros anos) são comparáveis ​​com o atual mercado de Nashville, eles não são como empregados que continuam avançando.

A adição da Amazon exigirá que as empresas de tecnologia em TN se tornem mais inventivas com estratégias de compensação e retenção.

Desafio Três: Benefícios
A Amazon oferece reembolso de matrícula (cobertura de 95%), assistência para adoção, ginástica interna, barras de sucos, gratificações em ações, licença maternidade / paternidade e uma série de benefícios que são incomuns em nosso mercado. Em muitos locais, até permitem que os funcionários levem seus cães para o trabalho. Não foi especificado se isso será permitido na sua localização em Nashville.

Desafio Quatro: Nome
Obviamente, um dos desafios mais impactantes é apenas o nome da Amazon em um currículo. Muitas pessoas vêem um emprego na Amazon como um grande trampolim para outras empresas e seu próprio crescimento. Seus funcionários poderiam sentir que há uma diferença drástica na sua capacidade de crescer / treiná-los e na Amazon?

As boas notícias
Treinando nossa força de trabalho: Mesmo que a Amazon leve o talento de nosso mercado, também o fornecerá. Muitas pequenas e médias empresas não conseguem treinar funcionários técnicos por conta própria. Há também uma escassez drástica local de engenheiros com uma quantidade significativa de experiência em tecnologias de nuvem. A Amazon criará uma infinidade de pessoas familiarizadas com a AWS e tecnologias semelhantes em comparação com os dias de hoje. Embora seus preços possam subir, a Amazon será um campo de treinamento que incentivará outras empresas a virem para a TN.

Aumento da visibilidade nacional: não apenas precisamos treinar melhor nossa força de trabalho existente, mas também precisamos ser um centro de talentos a nível nacional. O movimento da Amazon aumentará drasticamente a visibilidade da TN para recém-formados e trabalhadores experientes. O Tennessee médio tem um custo de vida muito menor do que as cidades tecnológicas da costa, com um ótimo padrão de vida. As empresas devem alavancar as pessoas que deixam as cidades tecnológicas da costa para evitar esses custos.

Isso nos tornará melhores: o aumento da concorrência pela força de trabalho aumentará os benefícios, a remuneração e a vida em geral para o povo do Tennessee. Por exemplo, a Amazon abrirá uma creche no local para seus funcionários. As empresas locais terão que ser inventivas com benefícios, compensação e até cultura para atrair os melhores talentos.

O que você deveria estar fazendo?
A Amazon começará a contratar grandes quantidades de pessoas em 2020 e 2021. É provável que, durante dois ou três anos, haja uma enorme escassez de talentos para preencher os empregos de tecnologia durante a fase inicial de contratação.

Comece a pensar no desafio que isso vai apresentar à sua empresa. As empresas no Tennessee precisam pensar agora em retenção para evitar perder pessoal. Se você não tomar nenhuma ação no momento em que a Amazon chegar, ações posteriores poderão ser tarde demais.

Passos para tomar

Analise a remuneração dos funcionários: veja como as linhas chegam ao mercado local. O Robert Half Technology Guide pode ajudá-lo com isso. Pergunte a si mesmo se você está pagando o suficiente para o talento que você deseja. Lembre-se: pessoas boas custam mais do que a média do mercado. É chamado de “média” por um motivo.
Analise seus benefícios: compare seus benefícios com empresas que aceitam o talento que você deseja. Onde eles estão melhor? Onde eles estão pior? Pense no que você pode mudar e sinta-se à vontade para ser inventivo.
Verifique sua cultura: E sobre as causas sociais em que sua empresa se envolve? Como você está criando um ambiente em que pessoas de várias gerações se sintam felizes e encontrem sentido em seu trabalho?
Procure por mudanças baratas, mas impactantes: ainda uma empresa que precisa de terno e gravata para trabalhar? Deixe os funcionários usarem jeans e camisetas. Tanto os horários flexíveis de trabalho quanto a capacidade de trabalhar remotamente estão se tornando comuns no Middle TN. Você está fornecendo seus funcionários com lanches, bebidas e pagando por refeições a qualquer momento em que eles tenham que trabalhar após horas? Localmente, uma das empresas mais inventivas que vi com isso é a Rustici Software. Eles oferecem “Jenafits”, que é um sistema de vantagens baseado em pontos e sistemas de portaria. Eles basicamente fornecem uma lista de benefícios “extras”, como retirada de supermercado, configuração de compromissos, teste de emissões, limpeza da casa, etc.
Você tem alguma de sua própria ideia para as etapas a seguir? Deixe-nos saber no Linkedin ou no Twitter!